Carlota Mantero Artista
Foto: Luís Gonçalves

Carlota Mantero nasceu República Democrática do Congo. Entre 1991 e 1995 frequentou o Curso de Fotografia da Ar.Co. tendo concluído a Fase 2 e Projecto. Participou em inúmeras exposições colectivas e individuais de fotografia, entre as quais a exposição individual de fotografia realizada para os Encontros de Fotografia de Braga em 1998, intitulada "Atrás-dos-Montes". Entre 1994 e 1996 trabalhou na revista   Artes & Leilões   como fotógrafa residente, apoiando também na definição da orientação fotográfica. Entre 1996 e Outubro de 2000 desempenhou as funções de directora artística, coordenação de imagem da revista Arte Ibérica de que foi fundadora, e da   Agenda Cultural da Câmara Municipal de Lisboa. Na revista Arte Ibérica desempenhou também as funções de fotógrafa residente, desenvolvendo um vasto trabalho na área do retrato. Entre 2002 e 2004 dirigiu a revista   Aprender a Olhar, publicação pedagógica, orientada para o público infanto-juvenil e para a formação de professores. Nos anos 2005 e 2007, foi responsável pela coordenação da publicação dos três volumes   Evangelhos Comentados   e por todas as edições da Editora Firmamento, nomeadamente, o livro   Claricianas, de Lucilene Machado, no qual é também autora da foto da capa. Ainda em 2007, desempenhou as funções de coordenadora editorial da revista   Artes & Leilões, entretanto relançada. Em 2010 iniciou uma nova fase de trabalho fotográfico, utilizando novas técnicas a partir duma abordagem de técnica mista à imagem.
Entre Maio e Setembro de 2014 realizou, juntamente com José Sousa Machado e António Marques, a exposição “DO SAGRADO NA ARTE – Evangelhos Comentados por Artistas” na qual participaram 33 artistas contemporâneos e que decorreu no Mosteiro de S. Vicente de Fora, Convento de Santa Catarina e na Livraria Sá da Costa.
Entre Janeiro e Março de 2015, decorreu a exposição fotográfica de sua autoria intitulada “Em casa do meu Pai há muitas moradas”, repartida entre dois polos expositivos, nomeadamente Teatro Municipal Joaquim Benites, em Almada, onde apresenta catorze fotografias, e na Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, na Ericeira, onde apresenta sete fotografias e um vídeo sobre este seu projecto,  com um guião de João Teixeira da Motta.



Carlota Mantero was born in the Democratic Republic of Congo.Between 1991 and 1995 attended a course in Photography at Ar.Co. having completed Phase 2 and Project. She participated in numerous individual and group exhibitions of photography, including the individual held for Meetings of Photography in Braga in 1998, entitled Atrás-dos-Montes. Between 1994 and 1996 worked in the magazine Artes & Leilões   as resident photographer, also helping with photo orientation definition. Between 1996 and October 2000 worked as artistic director, coordinating the magazine's image   Arte Ibérica of which was co-founder, and   Agenda Cultural de Lisboa   of the City Hall. In the magazine   Arte Ibérica   also worked as resident photographer, developing an extensive work in human photo. Between 2002 and 2004 co-directed the magazine   Aprender a Olhar, a pedagogical publication public-oriented to trained teachers, children and general youth. In 2005 and 2007, was the responsible coordinator of   Evangelhos Comentados’   edition (three volumes) and all publications from   Editora Firmamento, namely, the book   Claricianas   of Lucilene Machado, who is also the author of the cover page photo. Still in 2007, worked as editorial coordinator of   Artes & Leilões   magazine, re-launched. In 2010 she began a new phase of his photographic work, using new approaching image techniques developed from a mixed technique.
Between May and September of 2014 she produced, together with José Sousa Machado and António Marques, the exhibition ”THE SACRED IN ART-the Gospels Commented by Artists” in which 33 contemporary artists participated and which took place in the S. Vicente de Fora monastery, in the Santa Catarina Convent and in the Sá da Costa bookstore.
Between January and March 2015 she has shown her photo work project " In my Father´s house there are many Homes" in two venues:Teatro Municipal Joaquim Benites in Almada where 14 photos were shown and in the Casa de Cultura Jaime Lobo e Silva, in Ericeira where 7 photos were shown, together with a video related to this project with a script by João Teixeira da Motta.

carlota.mantero @ hotmail.com